Conheças as maneiras de conservar as instalações elétricas da sua casa.

Card image cap

A realização de manutenções de rotina da parte elétrica de uma residência é uma ação importante tanto para o bom funcionamento da instalação quanto para garantir a segurança dos moradores, reduzindo drasticamente os riscos de incêndio.

Pesquisas realizadas pela Abracopel e a Procobre revelam que cerca 60% dos imóveis brasileiros nunca realizaram nenhum tipo de reforma elétrica e que 67% (dos 40% que reformaram a instalação) apenas inseriram novas tomadas.

Por tal motivo, serão destacados nesse artigo formas de conservar suas instalações elétricas e a importância dessas medidas para sua segurança.

 Como saber se Preciso Reformar as Instalações da Minha Casa?

A durabilidade dos equipamentos/componentes elétricos tende a variar de acordo com a sua marca, modelo e suas condições de conservação e uso. Então, a melhor de identificar se sua instalação necessita de reformas e através de manutenções preventivas, realizadas por um profissional capacitado.  

Atenção para o Sinais de Risco!

Indícios como aquecimento de interruptores e tomadas, disjuntores que desarmam, cheiro de queimado, fios desencapados ou queima repentina de eletrodomésticos, sem motivo aparente, são sinais que necessitam da sua atenção e indicam claramente que sua instalação está comprometida necessitando de reparos com urgência, certo?

Proteja suas Instalações elétricas e a si mesmo!

Uma realidade já constatada a anos atrás e que continua sendo evidenciada nas instalações é a falta dos principais componentes de proteção, dentre eles estão o DR – Dispositivo Diferencial Residual, que desde 1997 é obrigatório pela NBR 5410 - Norma Brasileira de Instalações Elétricas de Baixa Tensão, dispositivo que tem por objetivo evitar o choque elétrico, e o DPS – Dispositivo de Proteção contra Surtos que é de uso obrigatório em todas as instalações elétricas, segundo a NBR 5410 desde 2004. O DPS é um dispositivo ainda desconhecido por grande parte da população, entretanto, de suma importância na proteção de eletrodomésticos. Para saber mais sobre DR, confira nosso Blog post sobre o assunto!

Figura 1: Dispositivos de Segurança de instalações elétrica

Fonte: Abracopel

Mais Algumas Dicas:

  • Atenção para a temperatura dos cabos dos aparelhos. Se eles estiverem sobreaquecendo, durante o uso, chame um profissional eletricista;

  • Retire os aparelhos eletroeletrônicos da tomada em caso de surtos ou oscilações de energia;

  • Revise a instalação da sua casa pelo menos a cada 5 anos;

  • Nunca ligue um fio direto na tomada;

  • Evite improvisos e “gambiarras”;

  • Evite a utilização de benjamin, o famoso “T”;

  • Tenha um bom profissional para realizar os reparos.


Seguindo todas essas dicas é possível conservar as instalações elétricas da sua residência, além de promover sua segurança evitando acidentes, como incêndios, causados por sobrecarga ou curto circuito, como o veiculado pelo G1 nas últimas semanas.

Você não está satisfeito com o valor da sua conta de energia? As instalações elétricas da sua empresa são realmente seguras? A LUMUS oferece serviços, inovadores e excelentes, visando a redução da conta de energia e a segurança dos nossos clientes. Quer saber mais? Então entra em contato conosco e marca um diagnóstico gratuito! Aproveita e confere outros Blog posts!

Fabrício Alves

Você vai se interessar também

Card image cap
Baterias em sistemas solares: promessa ou realidade?

Já pensou em ficar independente da concessionária através de sistemas fotovoltaicos? Entenda melhor do que é necessário.

Card image cap
Como deixar seu hotel eficiente energeticamente?

Pequenas e simples atitudes podem fazer o seu estabelecimento economizar bastante em energia elétrica. Saiba como!

Card image cap
On-Grid e Off-Grid: Conheça as modalidades de geração fotovoltaica.

Já sabe quais as diferenças entre os sistemas on-grid e off-grid? Clica e confere.