Excedente reativo na sua conta? Entenda o porquê de sua existência.

Card image cap

A chamada potência reativa é uma consequência do tipo de carga do sistema elétrico. Basicamente em um sistema elétrico é possível encontrar dois tipos de cargas: as indutivas e as capacitivas. Essas cargas são alimentadas por dois tipos de carga, a ativa e a reativa. A potência denominada ativa (KW) é aquela usada para realizar trabalho, ou seja, é de fato utilizada na conversão de energia elétrica em térmica, mecânica etc. Já a potência reativa (KVAr) é utilizada na manutenção dos campos eletromagnéticos nas estruturas das cargas indutivas e/ou capacitivas como motores e os fornos elétricos.

As potências ativas e reativas são componentes de uma potência denominada potência aparente, essa potência aparente é a potência total consumida pela sua indústria/residência, e é através dela que a concessionária se utiliza para cobrar o valor mensal da sua conta de energia. E é também através dessa potência aparente que a concessionária calcula o FP (fator de potência) do seu estabelecimento. (para maiores informações clicar neste link).

O surgimento da Potência reativa se dá a partir da alimentação de cargas indutivas com alimentação alternada. Isso ocorre porque essa alimentação faz com que ocorra um fenômeno de defasagem entre as ondas de corrente e tensão quantificada pelo chamado Fator de Potência.

Quando este tipo de potência está em equilíbrio de carga (indutiva e reativa) isso significa que há pouca potência reativa na rede, corroborando com um bom funcionamento do sistema de transmissão de energia, já que ele consegue transmitir a maior quantidade de energia com a máxima eficiência, pois um tipo de carga anula o efeito eletromagnético do outro.

O equilíbrio de potências não é de fácil controle por parte da concessionária, pois demandaria grandes potências para equilibrar a potência de uma cidade por exemplo. E por este motivo, elas deixam como responsáveis os próprios consumidores. Entretanto, nem todos consumidores pagam pelo excesso de consumo de Potência Reativa. Segundo as normas da ANEEL, apenas os consumidores Grupo A pagam pelo consumo excessivo de energia reativa. Isso ocorre pelo fato de que consumidores grupo B apesar de consumir energia reativa, já que diversos eletrodomésticos utilizam desse tipo de energia como o liquidificador, geladeira, ar-condicionado, acabam que consomem pouco comparados a grandes indústrias e estabelecimentos.

Os motivos pelos quais as concessionárias e distribuidoras tarifam esse tipo de energia se dá pelos malefícios que a energia reativa provoca quando ela é deixada em excesso na rede, pois a corrente produzida pela carga indutiva não produz nenhuma energia real e apenas trás prejuízos como: perdas por calor e queda de tensão. Por este motivo a tarifação por meio de multas nas contas de energia se faz presente em muitas contas de energia, pegando muita gente que desconhece esta realidade desprevenida.

Para saber se você está sendo multado por excesso de Energia Reativa, poderá consultar na sua conta/fatura de energia elétrica. No Rio Grande do Norte a seção que nos mostra sobre o consumo e valor a ser pago por essa energia é dado pela seguinte descrição “Consumo Reativo Exc. Na Ponta” e “Consumo Reativo Exc. Fora Ponta” como pode ser visto na figura 1.

Figura 1: tabela de tarifação de energia da Cosern.

É preciso salientar que esta multa por Consumo Reativo Excedente é solucionável, ou seja, é possível retirar essa multa com o dimensionamento melhor das potências do estabelecimento. Entretanto, para que isso seja possível é preciso que haja um estudo detalhado, para que haja um balanceamento de fato sustentável e preciso.

Caso restem dúvidas acerca desse tema e\ou quiser saber como poderíamos ajudar a contornar essa realidade da sua empresa, entrem em contato conosco via telefone ou redes sociais.  



Você vai se interessar também

Card image cap
O que é selo LEED, e como posso aplicá-lo na minha empresa?

Saiba mais sobre o selo LEED e todas os seus pré-requisitos que tornam sua empresa eficiente.

Card image cap
SPDA: Como saber se eu preciso?

Nesse tempo de muita chuva e grande incidência de raio, é sempre bom ter conhecimento para tomar as precauções necessárias para se manter seguro.

Card image cap
Smart grid: O que a rede de um futuro não tão distante nos reserva?

Entenda como funciona a tecnologia Smart Grid e como ela pode impactar a geração de energia.