On-Grid e Off-Grid: Conheça as modalidades de geração fotovoltaica.

Card image cap

Sabe-se que na atualidade a geração de energia fotovoltaica é bastante procurada por diversos empreendedores brasileiros, devido aos seus benefícios diante da atual situação energética no Brasil. Entretanto, diversas pessoas não sabem que existem duas modalidades de geração solar: os conectados à rede (On-grid ou Grid-tie) e quando se é desligado da rede (Off-Grid).

On-Grid

Também conhecida como grid-tie, é um sistema que está ligado diretamente a rede da concessionária local, ou seja, a energia gerada pelo seu complexo fotovoltaico irá ser transmitido pelo cabeamento da região. Desse modo, são necessários certos cuidados no inversor, uma vez que ele irá desempenhar duas funções: a de converter a corrente contínua (CC) em corrente alternada (CA) e conciliar sua estrutura com a da rede local.

Dito isso, é importante saber que nem toda a energia que você produz é utilizada por você, uma vez que parte dela volta para concessionária local. Eles utilizam um método de ressarcimento para compensar o cliente, isto é, a energia excedente produzida é transferida para a usina da região, e eles à transformam em créditos de energia, os quais podem ser utilizados pelo dono do complexo fotovoltaico. Vale ressaltar que esses créditos podem ser usados em um período de até 60 meses.

Abaixo temos uma imagem de como se dá um sistema On-Grid:

Fonte: Neosolar (www.neosolar.com.br/aprenda/saiba-mais/sistemas-de-energia-solar-fotovoltaica-e-seus-componentes)

Off-Grid

Aquém pela maioria da população, a modalidade de geração de energia solar off-grid é ideal para aqueles clientes que querem se desligar completamente da usina local, ou seja, torna-se independente quando se trata de energia elétrica.

Normalmente ele é utilizado para abastecer equipamentos elétricos de determinado estabelecimento, por conseguinte, é necessário ter um controlador de carga no sistema, o qual evita sobrecargas e garante um bom funcionamento dos eletrônicos.

Assim como o sistema On-Grid, é necessário um inversor para transformar a corrente contínua (CC) em corrente alternada (CA), entretanto, nessa modalidade de geração, por ser desligada completamente da rede local, são necessárias baterias para armazenar a energia gerada pelo complexo.

Diferente da compensação realizada pela concessionária, a energia excedente produzida pelo sistema fica armazenada para ser utilizada em momentos de pouca ou nenhuma incidência solar, como no período da noite, por exemplo. Desse modo, não se paga nada na conta de energia, uma vez que você não utiliza os cabos da usina da região.

Apesar dos benefícios, é importante ressaltar que nem todos são adeptos a essa modalidade devido ao seu elevado custo, uma vez que são necessárias baterias com grande capacidade de armazenamento para suprir toda a necessidade do proprietário do planta fotovoltaica.

Abaixo uma imagem de um sistema solar Off-Grid:

Fonte: EnergyTecsolar (http://www.energytecsolar.com.br/Sistema-OFF-GRID/)


Ainda hesitante sobre qual tipo de sistema é ideal para sua empresa? Agende já um diagnóstico gratuito com a nossa equipe, estamos preparados para sanar suas dúvidas!

Por João Carlos Neri



Você vai se interessar também

Card image cap
Fator de Carga: sua empresa está consumindo energia de forma eficiente?

Saiba como o fator de carga influencia na redução da sua conta.

Card image cap
Importância das subestações de energia

Para que serve uma subestação de energia? Por que é tão importante para distribuição de energia? Entenda agora suas funções e características.

Card image cap
Instalação de Geradores: Como garantir que ocorra de forma segura

Entenda como funciona o processo de instalação de um grupo gerador elétrico.